09/01/2008

Viva! Yay! Um BOM 2008!

à procura de um poema
alei o mar e voei com ele o vento

para lá do sol
descobri as tuas sardas a brilhar no firmamento

Talking Heads - Thank You For Sending Me An Angel

Post-scriptum (que queria ser post e a quem expliquei a falta de decoro de tal desejo depois da travessia de dias onde o Ocidente tem como civilização o cartão de crédito)


Achei por bem contar a todos os que me fazem sentir contente com o vosso passar que, durante esta minha ausência (por motivos diversos mas quase sempre agradáveis), o J.F. me chateou inúmeras vezes, ligando e colocando pressão no sentido de dar um interessante, rápido e bom destino à sua história. Disse-me que os seus nobres e ocupados desígnios não lhe permitiam a paciência de ter que consultar os relatórios diários sobre a eminência de um novo post, aqui, no Vasant Utsav. Acrescentou, ainda, que não tinha exterminado este blog - como fez com tantos outros - por não fazer sequer sentido dedicar-lhe energia pois aparece no “Índice JF” numa rastejante posição.

Da última vez que o telefone transpirou daqueles lados (sou particularmente avesso a ringadelas quando estou a fazer algo de que gosto muito) fiz-lhe a vontade e enviei um dos finais possíveis e pronto a ser publicado, se ele assim o quisesse.

Deixo-vos uma cópia de uma parte do e-mail. A outra, talvez demasiado provocatória e pouco literata no calão, poderia colocar em risco, se a publicasse, a integridade dos vossos espaços on e offline. Privo-me de vos expor, inocentes, a tão incauta possibilidade de injusta e torpe retaliação. Cá vai, então:


Foi com um choque nos antípodas do imaginável que o país e o mundo receberam a notícia da prisão de João Fatalista, na Nova Zelândia. A CNN acabou de revelar que tinha sido detido por tentativa de violação de uma ovelha local. Sabia-se apenas que ele se encontrava nas ilhas para fazer os discursos de abertura e encerramento na cimeira mundial “O rugby, o gado ovino e o aquecimento global”, a convite de Al Gore.

Ao ser conduzido a prestar as primeiras declarações às autoridades, em Wellington, conseguiu ouvir-se um breve depoimento, em português, no meio da confusão de repórteres que o rodeavam. Esse momento fatal para a carreira brilhante de um homem amargo foi captado por José Rodrigues Albarran Fino, graças a uma ímpar tenacidade forjada em várias situações de guerra aberta e que se encontrava nas redondezas para cobrir a descoberta de mais uma lula gigante nos mares de Aotearoa, nome do país em Maori e que significa “terra da longa nuvem branca”.

Com um sorriso ausente e um olhar alucinado mas estranhamente humano, o autor d´"A Verdade é Amarga" parecia até sentir-se em casa. Como nunca antes. Esta é a transcrição fiel das palavras que o repórter lhe conseguiu tosquiar:
“Ela era doce. Era tão doce…”.



Ainda estou sem saber se este é o último terminal na história blogante de João Castello Delmonte Fatalista, "O Azedo". Mas, pelo menos, o telemóvel não tornou a interromper afazeres de amor em horas mais visíveis de expediente…

56 impressões:

pérola disse...

foi um prazer

cybermoon disse...

LOL que saudades e que regresso :)))
bom ano também para ti

Luis Saraiva disse...

vim só ver que estás bem ;)

isto está incrível como de costume
volto em breve com mais tempo
abrço

acid matrix disse...

se for possível pedir que haja mais finais cá por mim estava bem haha
o poema é muito bonito como os outros que encontrei aqui

confuzzled disse...

enganei-me no post e comentei noutro porque andei a ler para trás
está muito giro este blog

xá das 5 disse...

ora cá está ele de volta
bemvindo bemvindo


tenho a certeza que essa ameaça de final vai por o JF na ordem
mas....a ameaça é só para ele não é? hihihi
adorei como sempre

raposo disse...

excelente
também voto para que tenha mais fins

pedro gonzalo disse...

blogue magnífico

Tulipa Branca disse...

bom dia {{{}}}
já me ri muito com esta hipótese de final.ou é mesmo? xoxoxo

lu disse...

o joão fortunado (não foi o fatalista)falou-me do teu blogue e vim cuscar....
tenho que lhe agradecer porque valeu a pena :)

lu disse...

parece que a conta que o google obriga a fazer funcionou....mas ficou tudo a branco quando enviei o comentário
será que é o joão fatalista a boicotar o teu blogue??? :p

MsBambi disse...

Que bom vê-lo de volta!
O poema é muito bonito e este final do conto fez-me rir bem alto:um homem tão amargo e brilhante que encontra finalmente a doçura numa ovelha é algo que nem ao bom pastor lembrava :o)
Um feliz 2008 Eduardo

rouxinola disse...

o belo e a sátira :)

zé dos blogs disse...

ai as ovelhas,o que elas podem fazer a um pastor de opiniões...
mesmo que não haja mais finais já vou consolado héhé
bom ano.até breve

mago perdido disse...

excelente poema excelente boa disposição.é o que o mundo mais precisa...

até breve,
mário saraiva

Maria del Sol disse...

Afinal o problema do Fatalista era falta de amor... :P

Beijinhos e um 2008 muito feliz!

dragão da estrela disse...

bom ano e com muitos posts como este

francisca a. disse...

adorei conhecer
beijinhos

Vanessa Lourenço disse...

Hahahahahahahahaha, bom, bom, bom, muito bom...clouds and sheep...I like it...let your love rock your world, and you shall not be disturbed brave knight, kiss kiss***

dj fumassa disse...

gozado mesmo eheh
poema lindo também

tudo de bom pra vc meu irmão
valeu valeu

leitor atento disse...

se calhar liga não vá ficar assim...
muito divertido

na estranja disse...

que bom ver-te de volta!
este final até me fez doer o estômago de me rir tanto.não há por aí mais?

Teté disse...

Ah, por mais finais que tenhas, este deu a volta ao texto completamente! Ah, ah, ah!

O ilustre, o iluminado, o eloquente, o sapiente João Fatalista agarrado a uma ovelha??? Tá que ela era doce, mas quer dizer... Ainda por cima convidado pelo Al? Com o José Rodrigues Albarrán Fino, na reportagem das lulas gigantes, a conseguir um primeiro comentário tão elucidativo?

Excelente, em toda a linha! Ri que nem uma perdida! (já agora, não comentei antes, para não atrapalhar o horário de expediente...)

Tem um dia BOM! Jinhos!

Paulo F disse...

eh pah.......parti-me todo a rir hahashaha........coitada da ovelha que merecia melhor rez hahshhshahash..............tassebem

Paulo F disse...

este som é uma curte.........ainda nah parei de dar no replay.............tassebem

o tio samuel disse...

meu caro amigo,isto está uma delícia, o poema e o joão e a ovelha,uma delícia!

onde incluo os talking head:tenho já uma repeitável idade,como se diz agora (eu digo que sou danado de velho)mas ainda tenho lá por casa muito vinil deles.
abraços

o fantasma do coliseu disse...

vim assombrar mais um blog mas deste levo o susto de ter que voltar

antónio bettencourt disse...

Escrever bem com humor não é fácil mas já mostrou tantas facetas que não me surpreende.
Um excelente ano com muitos sucessos e felicidade.

Maria Laura disse...

:)) Bom final! Vamos lá ver se é mesmo "o" final... Mas está muito divertido.

Ad astra disse...

Boa Eduardo!
belo regresso

Bom ano para ti e muitos posts,para a malta se deliciar

sydneyland disse...

hey Jai
welcome back and...
keep safe mate ;)

lua prateada disse...

Muito lindo e prazer em conhecer...

Quando lá passas
Minha lua desabroxa
Continua,sê firme!...
Tal uma rocha.

Beijinho prateado com carinho

Feliz fim de semana!

SOL

su disse...

Huummmm...duvido que seja o final...isto pode dar azo a muitas mais coisas...pelos menos, para quem tem uma imaginação como a tua só pode! O que eu me fartei de rir com este teu post!! E quero mais, mais, amis, mais...um epílogo ou qualquer coisa assim do género! Ou então arranjarei eu maneira de chatear também!

Essa da ovelha...invejo-lhe o país que era um país de sonho onde penso que gostaria de viver...

Um beijo grande...e bom fim-de-semana aqui da Teia.

Storm disse...

de volta, que bom!
coitada da ovelha... hehehe!!!!
Um ano 2008 cheio e sucessos.
bom fim de semana

Mateso disse...

Caramba logo em Wellington... foi ver o cenário do "Senhor dos Anéis"? ou anda em busca de...?
Mas o pobre JP? redimiu-se? fico à espera.
Gostei da forma rápida como calaste o "querido"
Beijo.

illusional dementia disse...

um final inesperado mas que me divertiu muito.aguardo mais finais ou outras histórias

é sempre bom ouvir os talking head.este tema é do stop making sense se não estou enganado

pausa disse...

gostei imenso de descobrir este blogue...leitura boa para dia chuvoso e frio como hoje

Joaquim Amândio Santos disse...

a "inspiração temática" encarna um verdadeiro poema!

estrelita disse...

olá Eduardo,que bonito e divertido regresso :-)
bom ano!

joni du lac disse...

Um final delirante para o João Gore...
Fica a sensação de se querer mais.

Rui Caetano disse...

Muito bonito.

marta inês disse...

como tudo já foi dito e eu continuo à espera da continuação (sim, que um romance com uma ovelha tem muito que se lhe diga...), deixo a banda sonora.
um beijo, até logo.

http://br.youtube.com/watch?v=EVCkSMwaGGc

Gi disse...

Tu regressaste e eu tenho andado meia ausente. Já cá devia ter vindo há mais tempo para ficar com este sorriso estampado na cara . precisava e fica-me bem :))))))

Este não pode ser o final, quero saber (no mínimo) em que tipo de camisola de lã o João Fatalista estava a pensar quando estava com a ovelha. Era nisso que ele pensava não era? :)))


beijinhos e sorrisos

Amsilva disse...

antes de me esticar no comentário vou esperar pelas outras versões possiveis de finais inesperados!!

è sempre chato quando se é interrompido a meio (principio ou mesmo no fim) de algo agradável...

Amsilva disse...

P.S. não querendo interromper nada, (afinal nem é uma SMS) eheheheh
passa lá no diário, award para entrega!!!

lua prateada disse...

Oi amigo estás de volta...Obrigada pela visita, foi um prazer

Somos apenas sêres
Somos fumaça
A vida nos enlaça!...
Mas somos a cena
Do palco da vida!...

Uma feliz semana cheia de coragem e amor.
Beijinho prateado com carinho

SOL

joysharing inc. disse...

um dos melhores blogues que vi nos últimos tempos
parabéns

Gi disse...

Ainda fazes aus~encias maiores doq ue as minhas. Deixo-te um beijo e saudades de te "ver"

god o fredo disse...

história divertida num blogue que já adicionei pela qualidade da escrita

j.fortunado disse...

este final da ovelha trouxe-me alguns problemas porque comecei a rir muito alto e os meus colegas do escritório perguntaram-se se voltei maluco das minhas feriazitas

uma boa semana
abraço

na estranja disse...

espero que esteja tudo bem por aí
por aqui anda tudo maluco com as presidenciais.já não os posso ouvir

fico a aguardar novo post
abraço

jo&jo disse...

esperamos mais!!!
{{{até breve}}}

Eduardo Jai disse...

Não me levem a mal por agradecer tão tardiamente as vossas impressões...

Obrigado pelas palavras simpáticas e pelos sorrisos que fui temdo ao longo dos dias quando abria o gmail.

Sobre o João Fatalista vir a ter um outro final... ainda não estou certo se vou publicar mais, pelo menos por agora.
De momento, estou com uma outra história, em mãos e nas ideias, que me está a dar mais prazer.

Um ABRAÇO para todos.
:)

cleopata disse...

também fico na esperança de ler mais:está excepcional

luxemtuga disse...

hahahaha
isto tá muito giro

Alentejo, meu oásis! disse...

Continuo a acreditar que vai ter mais fins... O:X