19/11/2007

Um regresso a casa

quando a noite desce fria e um vento embirrento sai
quando o silêncio aparece mas o desagrado do dia, teimoso, não cai lembro o alento quente, o gozo de ti latente e danço o caminhar

avanço abrigado pelo apelo do toque do teu cabelo

apressado pelos teus pés despidos para amar
chego aos coloridos do nosso castelo

na ameia de um olhar revelo a minha fome cheia

jantamo-nos até à ceia


[depois, escrevo palavras
ainda

porque és prendada de linda]



Múm – We Have A Map Of The Piano

36 impressões:

LB disse...

Obrigado pela visita e amáveis palavras.
Palavras que, aqui, parecem ganhar vida própria...

Abraço

illusional dementia disse...

excelente
muitos regressos a casa assim

zé dos blogs disse...

apesar da certeza de nunca sair desapontado daqui é sempre uma surpresa que agradeço pela beleza das palavras
uma boa semana, Eduardo!

illusional dementia disse...

voltei para dizer que não conhecia este grupo
som excelente
uma novidade para descobrir muito mais...

cybermoon disse...

adorei tudo mas LOL gostei muito do final

jantamo-nos até à ceia

Tulipa Branca disse...

posta mais :D
felizes dias felizes noites xoxoxo

estrelita disse...

consegue ouvir-se cada passo até chegar a casa...boa semana

MsBambi disse...

Lê-lo é um alento.
Uma óptima semana! :0)

sydneyland disse...

best sound before hitting the sack...
tc Jai ;)

Vanessa Lourenço disse...

Loved the soundtrack, the writing my dear, oh the writting...It is smile stealer even for those whom are not in love...um beijo.*

o tio samuel disse...

o ritmo das palavras é magnífico!
atrevo-me a dizer como de costume já que,nestes dias,dei uma vista geral ao arquivo.
abraços

xá das 5 disse...

concordo:é o caminhar das palavras que torna os seus textos tão fascinantes.
boa semana

Teté disse...

Assim, é sempre bom regressar a casa! E agora com os dias frios, escuros e chuvosos, ainda apetece mais...

Tem uma óptima semana!

na estranja disse...

custa-me falar em regresso a casa porque passo a vida a pensar nisso
este texto tocou-me desde o título ao fim...
um abraço português

antónio bettencourt disse...

Passo aqui com frequência e quero saudá-lo pelo bom gosto e pela sua escrita excelente e rara
Abraço

j.fortunado disse...

e eu almocei mais um post que estava de se chorar por mais

Maria P. disse...

Gostei deste "Um regresso a casa".

BOA noite:)*

Gi disse...

Já se fez luz sobre o sorriso que deixaste ontem no poema do Fernando Pessoa. O Toque . Pois, o aconchego dos pequenos nadas ... aquels que fazem as grandes coisas . Deixo um beijinhos e um sorriso também. Tudo se harmoniza

Laura disse...

Olá, que bom que é regressar e ter a quem amar..porque regressar todos regressamos, seja para comer dormir, mas para amar?...a maioria nem o faz por isso, apenas por comodismo.. Beijinho a ti.

Luis Saraiva disse...

o amor alenta,protege,dá fome...faz escrever muito bem (quem tem o dom)
abrço

ps-obrigado pelas dicas...já enviei ;)

Betty Branco Martins disse...

_____________adorei o poema





que




é





uma linda




declaração de amor_____...





beijO

ana disse...

É lindo, este poema. Lindo. Um dia prendado de bom para ti!

Maria Laura disse...

Um doce e sensual regresso a casa!

Gi disse...

passei para ver se havia novidades.

deixo um beijinho

Paulo F disse...

cada vez melhor........tassebem

Kátia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kátia disse...

Demorei-me um pouco a porta para tomar fôlego,pois vim correndo a tempo de encontrar o "alento quente" que é estar por aqui.
...."Danço o caminhar".....
Continuo sem ar para falar,então descanso apenas para dizer:
Gostei.
:)

joni du lac disse...

Sem uma palavra a mais.
Não tem uma palavra a menos.
Excelente.

dragão da estrela disse...

muito bonito

Vanessa disse...

Obrigada e retribuo o mesmo... espero que tenha um Feliz Natal, com um sapatinho recheado!

;)

Isabel disse...

A estrema docura das coisas simples silencia-me.

eu sou linda
menina
princesa de um castelo
como
bebo
janto
ceio
sacio-me insaciável
adormeço em concha
sonho-me perola
e acordo flor

Gosto de saber que escreves assim para quem achas prendada e linda... é, repito, de extrema docura.

Isabel

my baby Harley disse...

ainda sonho com regressar um dia a casa desta maneira

Travessa dos bolos disse...

muito bonito

sem rumo.......... disse...

excelente..........

pirâmide azul disse...

E X C E L E N T E!

coco disse...

tá ARROMBO =)