18/09/2007

Boa viagem

hoje
que não te posso adormecer
desejo que atravesses a noite
com o som das ondas
que roubei de um beijo nosso
e escondi na tua almofada

hoje
que estou longe
dei ao sol uma licença de sono
e deixei para despertares
a luz que trago nas mãos
desde que te afaguei os cabelos
na primeira manhã


[viaja sem cuidados
o nosso Abraço é seguro

espero-te no primeiro olhar do dia]



Sigur Rós - Glósóli

25 impressões:

milka disse...

a veces me quedo sin voz y sin palabras ante las cosas bellas...precioso!
bikos
cecilia

naestranja disse...

mais um que me tocou muito também fico sem palavras

Luis Saraiva disse...

não páres que eu agradeço.está a ficar cada vez melhor.abrço

estrelita disse...

vir até aqui é sempre uma boa viagem

cybermoon disse...

LOL estou curiosa: é o amor que o inspira a escrever tão bem ou tanto faz?adorei e espero por mais

xa das 5 disse...

adorei fez-me lembrar tantas coisas.....

Vanessa Lourenço disse...

I believe the brave knight is in love...my congratulations for the noble state, the best I am sure, matching words. Um beijo*

joni du lac disse...

Se for verdade, e com o devido respeito, que Deus o conserve assim por muito tempo porque também eu tenho ganho com isso!Excelente como toda a poesia que se impôem com subtileza pelo traço único.Uma boa semana

j.fortunado disse...

gostei imenso
concordo a inspiração não falta por aqui

Tulipa Branca disse...

adoreeeeeei xoxoxo* a produção está intensa :D

Teté disse...

A noite e o dia, a luz e as trevas, o sol e a sombra, num poema e num vídeoclip que bem ilustram esse momentos de magia...

Excelente!

Amsilva disse...

cada vez é mais dificil de qualificar os posts que aqui deixas, é de excelente pra cima e eu não sei que palavras usar, obrigado

nela disse...

gosto do poema.
fui a Djerba.
Adorei tudo.
obrigado pela dica do peixe :-)
um bom dia
até já

ze dos blogs disse...

é difícil escolher o que dizer.um estilo muito próprio e original.o cuidado nas palavras que parece tornar simples o que não é porque nem todos nós que escrevemos conseguimos transmitir o que sentimos assim,de uma forma pura.
excelente.
abraço até breve

MsBambi disse...

Obrigada! :0)

su disse...

Então e Massive no Porto?

xxx

Nunca tinha escutado ou visto sequer Sigur Rós ao vivo. Boa oportunidade acompanhando tão bem este poema. Na intenção da viagem acompanha um beijo como a promessa infinita de nunca ter havido uma separação física. Tão harmonioso...
Lindo.

: )

Teté disse...

Oh, Eduardo, trocaste a música, seu... maroto!

Boa sexta-feira e melhor fim-de-semana ainda!

su disse...

Música celta fica sempre bem em tudo!! ;)

E Tears for Fears?!! Nostálgico mas excelente!

:)

Kátia disse...

Gostei bastante do texto e da música.
:)

~the girl with no name~ disse...

adorei o blog... :D obrigada pela visita e comentário, também sempre discordei do 'penso logo existe' do descartes, ´daí inverti para o que mais s identificava comigo, mas...

que barbaridades é que leste no meu blog??

lool

beijinhos, e volta sempre q queiras*

pérola disse...

que lindo!!

god o fredo disse...

poema de rara beleza

a.s.t.a. disse...

muito bom

Rei Gonzo disse...

lindíssimo

Godofredo Blumenau disse...

palavras de grande beleza!