12/08/2007

Da minha longa noite de sábado...

“Colóquio sentimental em duas partes”

I
Tronchela adúvia corimata, que tuestes dilasta anquinudante,
furiça astria dova, retinuta, e quis? Nonória. A tutimão periva
a turidarta influva. Azis? Nocónia. Dimirita, aluina, dúria - oh
comisalva apene. Friscórida. Buliva? Nem ninúria. Que dívia alperidasta clido! Flara:
- Dumeste andorta oroladiara?
- Clande.
- I tru laridolosta zanque?
- Diata.
- Dileste me tisalva.

Aliara doriçara, tigorimenos. Erclusa atrisca duridanta,
merifluamos róvia. Diloguidermos:
- Verida turimana...
- Ciciarva...
- Ablera, ablera, diata.
- Anstria...
- Narva, adiarda, funje...
- Cerida!
Estuta. Nonôra dimirata.


II
Anaridassa, contrimat atuva, anadiramo trévia palpirada. Dimitidana flurionca fliva. Mês conquiritanta nim puore avri discrote, undiva aspranca fara, alima gêntia assunta etrétia i
vanta. Diloguidermos:
- Memorta oroladiara?
Nunda siventa ura pradona.
- Ovi trasida medirenta?
- Niata.
- Clito...
- Niata ciciarva anstria.
Arnuda transparara instívio. Impossidanta. Despridova, despridima, deses cara. Anfúria?
Estruta dimirasta.

Jorge de Sena


Lou Reed - Satellite of Love

14 impressões:

cybermoon disse...

LOL de si nunca se sabe se é a sério ou pra rir não percebi nada mas gostei muito hahah

xa das 5 disse...

ainda fui buscar as lunetas mas não consigo decifrar o texto do Jorge de Sena.gostava de ser uma mosquinha e ter cuscado esse sábado!!

Paulo F disse...

taste a passar outra vez hahahssh......ganda ganza hahshahsh.......musica fixe.....tassebem

ze dos blogs disse...

deve ter sido um sábado e peras ;)abraço até breve

j.fortunado disse...

achei muito curioso.há alguma pista que o autor deu para que se compreenda?ou é só um exercício literário?

sydneyland disse...

lou reed wow wow wow mail me back ok? ;)

estrelita disse...

fui ver e não é esperanto

Tulipa Branca disse...

estava com uma neura enorme porque a manhã de praia está uma porcaria vim aqui e...passou :P toma muitos gelados xoxoxoxoxoxo

Luis Saraiva disse...

what´s good?? lou reed.
até logo,vou beber mais uma bojeca,não consigo ler direito por isso não posso conduzir.mas estou de férias que se lixe.logo venho ver se as letras já estão direitas e faço-me à estrada.abrço

nela disse...

às vezes, a beleza não está nas palavras mas no som . poesia experimental? talvez , mas há um significado qualquer no poeta e em quem o escolheu. seja qual for a razão da escolha feita, acredito que tenha sido feita com alegria e paz. Fica bem.

Vanessa Lourenço disse...

Bem Jorge de Sena bastou-me, acho que me vou divertir a imaginar soluções para esta sopa.
Um beijo, voltei, tinha saudades do cantinho dos sorrisos*

Kátia disse...

Aliara doriçara.Nonória,nem ninúria!Cerida? Ovi! Niata! Clito!
Anfúria,anfúria!
Impossidanta!
:P :P
Lou Reed?nonória! impossidanta!

Eduardo Jai disse...

xa das 5 - Desta vez fez bem em conservar-se humana. Acredite. :)

João Fortunado - Resolvi fazer um post ao ler o seu comentário. Não sei se vai ajudar, no entanto. Tenho as minhas dúvidas... ;)

Brian - Done and... thanks

Joana - Onde estão?

Luis - Desculpas, desculpas... cheeeeeeeeeers

Vanessa - Bom regresso. Enjoy :)


Obrigado a todos os opinólogos por todas os opinologários. É opinologando que se vai blogalowando.
Continuata estacio zonal a plus? Miratetemos e que ta espetatemos.

Tulipa Branca disse...

mando mais no outro :P