31/05/2008

Encontro de café

É um homem estranho mas de trato fácil. Um pouco críptico também. Sobretudo quando divaga sobre escuros que atravessou: fala com carinho duma lanterna que traz no bolso da alma e que nunca o deixa ficar mal.

Conheci-lhe vários ofícios e projectos. Contou-me que no último ano tinha vivido seis florestas a leste de Raipur, onde os tigres ainda são selvagens e as mulheres dançam com doçura. Sem fazer nada por uns tempos. Para ganhar a vida.

No outro dia, descobri-o amo de uma irritação súbita, quando o abordaram com pensamentos filosóficos e religiosos. Aquietou-os a todos primeiro com um bocejo, tsunamizou-os de seguida com a rapidez de um espirro e limpou depois os restos com um assobio e uma proposta acariciada no nariz:

“Porque vestem Deus com camisolas de cores diferentes? Isso não faz sentido nenhum e os daltónicos vão ficar confusos. Em vez de tantos abafos, porque não pomos a nu o Glorioso, o que vive sempre na Luz? O coração diz-me que o Benfica vai fazer uma época para recordar com religiosidade. Não há kants nem schopenhauers que me demovam a fé. Quem quer começar a debater a minha crença? Vá lá, esqueçamos templos e ideias carentes de banho e depilação. Brinquemos a inocentes zoroastrozinhos do futebol. Sejamos humanos, porra!”

Perante a mudez dos olhares estrábicos e enevoados, e por ter compaixão e respeito nas estatísticas da sua personalidade, acabou por pedir chá de menta com pastéis de belém e... vinho com presunto e bolinhos de bacalhau. Aparentemente, para possibilitar distintos arrotos gastronómicos consoante os hálitos das crenças dos seus interlocutores. Ou era apenas piedade pelas expressões burlescas que faziam e pareciam contrariar a suposta clareza acrescida de quem acaba de adquirir mais um doutoramento. O nome que se lhes lia nas entrelinhas das testas também podia ser a razão: "Metafísica Perplexa Súbita".

“Quero suavizar-lhes uma dispensável sensação de vazio. Antes de tudo, são o coração e o estômago que precisamos de ter cheios. Só depois o ser humano se deve atrever a pensar, sem imitar os papagaios. E quando o coração está fechado, conforta-se-lhes o tubo digestivo, não achas?”, esclareceu-me, à socapa, com um riso leve.

“Ah! Como disseste que precisas ir embora e já vais lanchado de sorrisos, pedi para ti só mais um café e paciência. É que gostava que levasses isto e depois me desses uma opinião. Sabes, houve um tipo que há uns dias me chamou de poeta lírico quando estava a mostrar uns escritos feitos lá por Chhattisgarh. Até senti a musa em mim a ranger os dentes... E respondi-lhe!”, piscou-me, enquanto me metia algo no bolso da camisa.


No dia seguinte li o papel de arroz.
Cozinhava assim:

canção para um pensador ou muitos


Páááá!!

estou cansado de intelectos
Páááá!!

tão cheiinho de opiniões
Páááá!!

parecem farturas
azeitadas de perspectivas
e filosofias respectivas

mortas como ovelhas maduras e frias
Páááá!!

pára de emitir neurónios...

afasta-me o teu pensar...

és só uma mente

que tem isso de diferente?
Páááá!!

e não é ecológico
é demagógico

é fodilhógico até
Páááá!!

da viagem quero o sentir
quero o alento

não o talento
Páááá!!

leva ideia a ideia
daqui para fora
leva a tua vida feia
e vai embora

sem demora
Páááá!!

agora ergue o rabo
para o meu tédio avançar
Páááá!!

levemos o pontapé a cabo
para a pureza do ar
CATRAPáááá!!


foste
Blaaaah!!


Não conheço o pensador, o dantas, em questão. Mas é sortudo.
Não é por acaso que o meu quase despeitado amigo e os tigres se respeitam...

Lendo bem, talvez deixe passar umas semanas antes de lhe dizer o que acho.

Primeiro vou pedir para ler os escritos "líricos" em questão. Fiquei curioso e ganho tempo.

Depois dou uma opinião do conjunto.
Mais global e sentida. Menos estreita e pensada.




Uns dias bons para todos!

Sheila Chandra - Ever So Lonely / Eyes / Ocean

82 impressões:

j.fortunado disse...

que bom regresso!
um abraço

ave só disse...

não sei se é verdade ou ficção mas é divertido

fadinha triste disse...

gostei muito
a canção é linda

pózinhos mágicos ^-^

MsBambi disse...

Gostei do texto cheio de boa disposição.
Foi bom vê-lo de volta!

A.A. disse...

fez-me lembrar uma pessoa que conheço
gostei muito de ler

bom fds
Albino Antunes

dj fumassa disse...

tá show meu irmão
tava pensando que não mais voltava,bom ver vc
vlv

luxemtuga disse...

bonito, gostei de verdade.
verdadeiramente divertido

soul mistress disse...

uma história original e muito bem escrita como costume
bom fim de semana

joysharing inc. disse...

mas gostava de saber o que achas depois haha

eu gostei de tudo neste post
bem conseguido e a música é excelente

obrigado uns dias bons para ti também

Paulo F disse...

hahhahhah que passada.....e vivo benfica.........hahhhhah
a musica eh 1pouco proh careta mas..........tassebem

Baquiran Pinoy disse...

many good muzik

sydneyland disse...

hey Jai
good to see you back and smiling -- even this old arse can guess that you wrote something funny out of that lovely and musical language of yours
by the way...this song is great

keep safe
really hope to see you soon mate

(laura says g´day and kids shuttled a hug)

pipinha disse...

superexcelente superdivertido!!

enviei-te um email com uma pergunta de curiosidade desculpa o abuso :))
bjhos

mary mag disse...

mais um texto bom cheio de uma ironia calma que com as palavras mordazes do poema do seu amigo faz um conjunto muito bem equilibrado.
canção belíssima!
uma boa semana!

mago perdido disse...

gargalhada mágica
[]

cybermoon disse...

LOL adorei a história e o "poemita" do teu amigo
também quero saber o que lhe vais dizer mas antes olha para atrás para ver se há tigres na costa LOL

adoreiiiii!
jinhos do outro lado do rio
Carolina

(a música é liiiiinda)

zé dos blogs disse...

olá amigo
bom regresso:
ar fresco para os olhos

abraço

dragão da estrela disse...

só não concordo com a parte do benfica
uma barrigada de riso hahahahh

antónio bettencourt disse...

Os amigos também nos acarinham com o inesperado.
Uma história deveras interessante.

frozen disse...

como costume

*****

Shanvarn disse...

great song!

she was the lead vocalist of 'monsoon', I believe

God bless

milka disse...

esta buenazo
lo maximo!!!
y que pedazo de cancion....

bikitos argentinos
cecilita

o tio samuel disse...

olá meu caro amigo!
gostei de tudo e ao contrário do dragão da estrela até a brincadeira com o Glorioso fica aqui muito bem...a seguir a Deus não há outro hehehe
abraços

sem rumo.......... disse...

tantas coisas para pensar........

jo & jo disse...

gostámos muito
{{{^-^}}}

Tulipa Branca disse...

olha quem está de volta...o meu preguiçoso preferido :P

gostei de ler,já tinha saudades da maneira de escrever
a canção é liiiiiinda

boa semana
xoxoxo

mar»ia disse...

obrigada pelos sorrisos
até breve »)

pirâmide azul disse...

gostei bastante de ler esta história

também tenho amigos fora do vulgar e até estranhos e também gosto :)

Luis Ramboa disse...

coisas sérias em tom divertido: o coração e o estômago são realmente mais importantes que o intelecto.
é uma pena que os líderes políticos e religiosos não pensem assim e os resultados estão à vista...
abraço

Luis Saraiva disse...

os últimos dias têm estado cheios de coincidências...
faço minhas -exactamente - as palvras do meu homónimo do comentário acima.

abrço

estrelita disse...

concordo,todos pensam muito e não dizem quase nada
veja-se como se continua a tratar as crianças no mundo...
depois os "pensadores" fazem um dia mundial para elas
sou educadora de infância e isso faz-me muita impressão

muito obrigada também pela música
venho sempre ver os novos posts com dupla curiosidade: as palavras bonitas e também há quase sempre música que eu não conheço e fico a gostar
uma feliz semana

noobito disse...

gostei e ri-me muito com o poema :D

Ad astra disse...

"és só uma mente e que tem isso de diferente"

puro!

adorei :)
beijinho

confuzzled disse...

desconcertante
gostei :/

zeit disse...

história admirável
tem um pouco de tudo...

(o nome da) rosa disse...

um texto delicioso, cheio de ironias...

Lua do Rio disse...

beleza!!!

raposo disse...

excelente!
abraço

xá das 5 disse...

não sei porque razão (o tema nem tem nada a ver,ou talvez tenha...) esta história fez-me lembrar os meus tempos "revolucionários", quando tinha liberdade para fazer e dizer o que me desse na gana e mandar tudo às urtigas hahahaa
agora os tempos e as obrigações são outros mas ainda não estou conformada

será MESMO preciso uma petição online para escrever mais?
olhe que eu ponho uma a correr...
que teimosia, irra! hahah

beijinhos

francisca a. disse...

gosto muito da forma como escreves!
a mensagem é deixada duma forma que dá gosto decifrar, linha após linha.

Barcarola disse...

palavras muito xarmosas
dum óptimo escritor
ideias formosas
que a rima ajuda a compor

nome para quê? disse...

as religiões e filosofias não enchem corações e estomâgos...
uma grande verdade!

muito bom!

catita disse...

muito...... catita! =))

FLIP FLAP disse...

uma boa mensagem.
parabéns!

leitor atento disse...

um bom texto.
a pedir mais...

insectosáurio disse...

gostei muito de ler as peripécias deste encontro
abraço e dia bons também para ti

rasta disse...

o coração é Jah
Ele está em tudo
só Jah sabe pensar



muito bom
AMEI

Hiresh Sehgal disse...

hey Jai :D

apna khayal rakhna >>> tc ;)

jai satchitanand

loucura ilusória disse...

gostei!
aguardo mais histórias...

pérola disse...

gosto tanto de encontrar pérolas novas aqui :-)
bom fds

vato disse...

tá mesmo 5 *****

beatriu77 disse...

molt bona cançó!!!

gata@mundo.cão disse...

texto bom
música excelente

lu disse...

adorei!
até breve felicidades

acid matrix disse...

história simples com muitas leituras

na estranja disse...

divertido e com o teu toque pessoal que faz a diferença do costume
abraço e bom fim de semana

SuelyAmaralSP disse...

humor delícia e a musiquinha tá show...
dias bons procê também

su disse...

Há já algum tempo que não ouvia Sheila Chandra. Tenho um álbum dela. Bom gosto...como sempre.
Um toque de humor, ironia, deliciosamente travejado de intelecto abusado e ousado, assim a modos que rondando ao de leve aquele que se assume como despojo do racional mas sempre crítico na raíz da sua alma...
Brilhante mesmo!
Quero o báu dos líricos. Há para lermos também?!

Beijo grande desta ausente da net...

Alentejo, meu oásis! disse...

Pois é, compadre:
a verdadeira eloquência e a boa comida confeccionam-se simples.
Adorei o prato.
Bom fim de semana!

Gi disse...

O rapaz leva jeito para ser um rap à maneira. Podes dizer-lhe. E para filósofo também , querem melhor filosofia de vida? Nãn.

É bom sentir-te de volta se bem que quando cá estás também estesjas muito ausente.

Foi um bocadinho bem passado, a tua ironia é muito estimulante para os risos que por aqui se fazem mostrar :)

Um beijinho

pausa disse...

obrigado porque também saio jantado (no meu caso) de sorrisos.

abraço, bom fds

coco disse...

ahahaha
tá arrombo mesmo
aquele abraço =)

Violeta disse...

uns minutos deliciosos!

Paradoxos disse...

Um forte abraço amigo homónimo!!

Teté disse...

Ah, já me fartei de rir com o teu texto. E com os "intelectuais" cheios de certezas que pretendem discutir filosofia e religião... para tédio do "mestre"!

Os versos irónicos ilustram um modo de estar, alheio a presunções mundanas. Alheio também ao carneirismo vigente em quase todo o lado...

Boa música a rematar um post que me fez rir, sorrir e sentir... :)))

Jinhos, Eduardo!

LB disse...

Venham mais!
Mas, o meu amigo anda um pouco ausente, não?

Abraço

Carla disse...

cheguei ao acaso e descobri um belo espaço

borboleta79 disse...

divertido mas....não só...

TCHI de Tchivinguiro disse...

Gosto deste conto.

Gosto, porque sim.

Breijinhos.

Rei Gonzo disse...

fresco, muito bom
aguardo mais

vóvó tótó disse...

diz aqui umas grandes verdades...
diverti-me muito!

Coral Sea disse...

another great great song!
thanks :0)

o fantasma do coliseu disse...

"...vamos falar do Glorioso, do que vive sempre na Luz."




agora que só se fala de futebol esta foi a única vez em que me ri a valer (e não é por ser do sporting)
um abraço

Maria Laura disse...

Dizer verdades de forma divertida não é para todos. Decididamente, é de muitas figuras como esse teu amigo que estamos necessitados para um pontapé no... marasmo.

Vanessa Lourenço disse...

O manifesto foi, anti-algo, o que me remete para Pessoa e os jogos de "eu ganhei" do início da actividade blogueira, um beijo.***

médé disse...

divertidissimo,adorei ler

loura QB disse...

uma boa história com muitas verdades e alguns sorrisos
bom fds

\\ in & out // disse...

B O M!

\\ in & out // disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
loli pop disse...

tá mesmo giro

tommy71 disse...

hey eduardo jai

please accept my invitations @ IMEEM and YT
same music tastes and many stuff to share
thxs

Paula Crespo disse...

Cheguei aqui por portas travessas e vim ler-te até aqui abaixo. Gostei. fala com carinho duma lanterna que traz no bolso da alma e que nunca o deixa ficar mal. Parabéns pela escrita. Hei-de voltar, está-se mesmo a ver...